Meu perfil
BRASIL, Homem, de 20 a 25 anos, Portuguese, English


Histórico:

- 09/12/2007 a 15/12/2007
- 02/12/2007 a 08/12/2007
- 25/11/2007 a 01/12/2007
- 18/11/2007 a 24/11/2007
- 04/11/2007 a 10/11/2007
- 30/09/2007 a 06/10/2007
- 23/09/2007 a 29/09/2007
- 16/09/2007 a 22/09/2007
- 09/09/2007 a 15/09/2007
- 22/07/2007 a 28/07/2007
- 15/07/2007 a 21/07/2007
- 08/07/2007 a 14/07/2007
- 01/07/2007 a 07/07/2007
- 24/06/2007 a 30/06/2007
- 17/06/2007 a 23/06/2007
- 10/06/2007 a 16/06/2007



Outros sites:

- Blog da Tia Patty
- Blog da Michelle Stephane
- Blog da Fabiana Conceição
- Blog da Naiara
- Blog da Lais
- Blog da Sharon
- Blog Beauty Lounge
- Blog da Pri
- Blog da Biana
- Blog da Mila Vandroya


Votação:

- Dê uma nota para meu blog

Indique esse Blog


Status no MSN: Pegue o seu no Templates by Maximus
Depois de Mitologia Egípcia, qual é o assunto que deve ser postado?
Mitologia Asteca
Mitologia Celta
Mitologia Nórdica
Mitologia Hindu
Temas Biológicos

Neste momento: Online



Último dos Egípcios!

Olá
Esse será o último post sobre mitologia egípcia daqui e em breve começaremos outro tema!
Quem se interessou por esse pode me pedir material ou referências q passo sem problemas, ok?
Próximo post será sobre o assunto q ganhou menos votos na última enquete!


Capítulo 7: O Renascimento de Osíris

Ao saber da notícia Isis decide não se abater. Assim constrói uma barca feita de palha de caniços, e parte por meio desse frágil transporte em busca dos fragmentos do corpo de seu amado. Onde cada fragmento é encontrado Isis erige um santuário. Logo a deusa reúne treze dos quatorze pedaços, pois descobre que o décimo quarto, o pênis de Osíris fora comido por um peixe, o Oxirrinco, que por isso torna-se impuro. Ela então entalha um modelo do membro que falta em madeira de acácia, voltando a Buto. Lá ela e sua irmã, Néftis, que abandonara Seth fazem uma comovente prece a Rá. O deus sol então envia os Deuses Thot e Anúbis, com ordem de reconstituir o corpo do deus morto. Assim os deuses passam horas em volta dos despojos, banhando-o em resinas e vinhos para impedir o apodrecimento. Então, com o corpo novamente inteiro, Anúbis inicia o processo de embalsamamento, com o qual visa conservar o corpo para a eternidade. Nas faixas de linho finíssimo Isis inscreve fórmulas mágicas, e faz uso constante de amuletos mágicos. Por fim ela e Néftis dirigem outra longa prece a Rá, até que, ao agitar sua longas asas sobre o corpo, Osíris renasce para uma nova vida, passando a julgar, com sua infinita bondade e compaixão o ka dos que morriam. Jamais Osíris voltaria á vida terrestre, mas sempre seria lembrado pelo seu povo como Unenefer, o bom Deus.


Capítulo 8: A Vingança de Hórus

Isis, depois dessas aventuras, passa a cuidar de Hórus. O jovem infante tem uma infância difícil, tendo de se esquivar dos partidários de Seth, e se safar dos perigos pantanosos do delta. Embora forte, o deus menino às vezes é consumido pela febre. Em outras, seus dentes de leite doem apesar disso Hórus cresce um menino forte e corajoso, com a intenção de vingar seu pai. Assim, quando seu corpo se torna cada vez mais robusto, e seu poder mais forte, o deus com cabeça de falcão recebe a visita de seu pai, até então no outro mundo, aguardando a hora certa para falar com o filho. Então Osíris lhe entrega armas, ensina a manejá-las, e explica ao filho o motivo do ódio de Seth, além de instruí-lo em que pessoas e Deuses confiar. Logo Hórus se torna hábil com o machado, a espada, o arco e em lutar com o carro de guerra. Assim ele reúne em torno de si todos os mais bravos partidários de seu pai, e, com um poderoso exército parte para confrontar o tio. As batalhas são longas, e a mais sangrenta delas ocorre em Edfu. Ali Seth e Hórus haviam decidido a por termo na guerra, reunindo todos os seus partidários, e iniciando a última luta. O Deus vermelho lutava então sob o disfarce de um hipopótamo, matando os aliados do deus falcão. Esse entretanto estava alto nos céus, garras em riste, olhando com atenção a batalha para achar seu tio. Assim que o fez Hórus feriu Seth com suas garras de aço, e o deus vermelho escapou na forma de um orix, o qual o deus falcão perseguiu, iniciando um duelo feroz. Seth, gravemente ferido, arranca o olho esquerdo de Hórus, e ambos passam a se golpear na forma de humanos e animais, até que Isis se interpõe entre eles. A rainha, de uma dignidade impressionante se mostra infeliz com a guerra e implora para que o filho e o irmão parem de lutar. Hórus, contudo, na fúria que se apossou de seu ser brande contra sua mãe sua espada, quase matando-a.
Nesse instante uma grande voz ordena que cessem os combates. Era a voz do Deus Sol,a voz de Rá, que exigia que os combatentes parassem e fossem julgados pelo tribunal divino.



Figura de Hórus

Capítulo 9: O Tribunal Divino

Quando o combate cessou Rá ordenou a Thot que fosse e curasse os combatentes, trazendo-os, logo depois para sua morada. Ali estavam reunidos todos os deuses, até mesmo o Num, o oceano primordial. Por várias horas os Deuses discutiram, depois de ouvir os argumentos de Seth, de Osíris e de Hórus. E de forma surpreendente estavam num impasse, com dois grupos, um defendendo a direito de Hórus e outro o de Seth. Nesse momento o deus Geb, pai de Seth e avô de Hórus propõe uma solução:
-Que o Egito seja dividido. A coroa vermelha reinara para sempre no sul, e a branca para sempre no norte. Elas serão, pois, unidas sob um rei, e ele será o Faraó, aquele que tem Hórus e Seth no mesmo ser. Aos homens entregaremos esse poder, e dentre eles escolheremos os de linhagem divina para ocupar o trono.
Hórus aceita com calma a decisão, e Seth resmunga com o acordo. Mas daí em diante e ambos passaram a governar o Egito.



Olho de Hórus

Olho de Hórus ou 'Udyat' é um símbolo, proveniente do Egito Antigo, que significa proteção e poder, relacionado à divindade Hórus. Era um dos mais poderosos e mais usados amuletos no Egito em todas as épocas.
Segundo uma lenda, o olho esquerdo de Hórus simbolizava a Lua e o direito, o Sol. Durante a luta, o deus Seth arrancou o olho esquerdo de Hórus, o qual foi substituído por este amuleto, que não lhe dava visão total, colocando então também uma serpente sobre sua cabeça. Depois da sua recuperação, Hórus pôde organizar novos combates que o levaram à “vitória” decisiva sobre Seth. Era a união do olho humano com a vista do falcão, animal associado ao deus Hórus. Era usado, em vida, para afugentar o mau-olhado e, após a morte, contra o infortúnio do Além.
O Olho de Hórus e a serpente simbolizavam poder real tanto que os faraós passaram a maquiar seus olhos como o Olho de Hórus e a usarem serpentes esculpidas na coroa. Os antigos acreditavam que este símbolo de indestrutibilidade poderia auxiliar no renascimento, em virtude de suas crenças sobre a alma. Este símbolo aparece no reverso do Grande selo dos Estados Unidos da América,sendo também um símbolo frequentemente usado e relacionado a Maçonaria.
O Olho Direito de Hórus representa a informação concreta, factual, controlada pelo hemisfério cerebral esquerdo. Ele lida com as palavras, letras, e os números, e com coisas que são descritíveis em termos de frases ou pensamentos completos. Ele aborda o universo de um modo masculino.
O Olho Esquerdo de Hórus representa a informação estética abstrata, controlada pelo hemisfério direito do cérebro. Lida com pensamentos e sentimentos e é responsável pela intuição. Ele aborda o universo de um modo feminino. Nós usamos o Olho Esquerdo, de orientação feminina, o lado direto do cérebro, para os sentimentos e a intuição.
Hoje em dia, o Olho de Horus adquiriu também outro significado e é usado para evitar o mal e espantar inveja (mau-olhado), mas continua com a idéia de trazer proteção, vigor e saúde.



Olho de Hórus



Agora mais um assunto acabado!

Espero que tenham curtido!


^^



- Postado por: Angelus às 15h40
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________________________________




*Esse layout é uma criação exclusiva de Bruno Maximus*